Médico da Dor

Posted by in Trópico de Câncer

A clínica do Dr. Marquez nos proporcionou ontem um encontro com um médico especializado em dor. A proposta de Jean V. é oferecer uma vida mais confortável para o amigo de vossas senhorias aqui. A receita do sucesso passa por doses diárias de Metadon, Voltaren e Anitriptilina. Tata questionou o primeiro da lista por ser altamente viciante. Com toda razão, afinal o troço costuma aliviar pacientes em abstenção de heroína. “Procure me ajudar a não criar fantasias” foi a resposta do doutor. Na hora achei que ele estava certo.

Uma das preocupações de Jean, entretanto, era com as sessões de radio, porque tenho muita dificuldade para permanecer deitado em superfície dura por mais do que cinco minutos com a barriga pra cima e as pernas esticadas. Dói muito desde a biopsia infernal no Hospital Moinhos de Vento. Para suportar a primeira radioterapia, realizada depois da consulta, entretanto, o cara me deu só o que tinha na clínica: Tylex! Não foi suficiente, é claro, e doeu muito ficar deitado na maca por dez minutos sem poder me mexer.

Resultado: quando a noite chegou, tive dores lancinantes na perna. Pode ter sido por isso ou porque nas primeiras sessões a área irradiada poderia inchar, provocando dor. Tata queria me levar para a emergência da Santa Casa, mas resolvi ligar para Jean. O V. estava no show do Lenny Krawitz, só deu para ouvir ele gritar que eu deveria tomar Metadon e UItracet. A ligação caiu. Meia hora depois fez efeito a medicação. Dormi de cansado e rouco.

BLOGGER

Trópico de Câncer
Comentários do post 35599391

Oi. Tô aqui toda hora buscando notícias. E o tempo todo emanando as vibrações multicoloridas ao melhor estilo da Asha, lembra? Beijo. Claude.

Claude | Email | 24-03-2005 19:42:05

Tambem tenho procurado noticias suas aqui no blog. E nada, nada… Se der nos mastenha informados. Fiquei sabendo pela mama que deu tudo certo ontem. Tentei ligar algumas vezes, mas estava ocupado. beijocas.

zele | 24-03-2005 16:34:32

Imagino que devas estar cheio de coisa pra pensar e fazer e até mesmo deixando de fazer, mas não deixa de dar notícias. Todos os dias te procuro aqui. Ontem tentei falar com voces e o telefone estava sempre ocupado. Mama acabou dando as últimas noticias. Sei que não tá facil, mas temos aprendido a viver cada dia e a valorizar o que temos de melhor. Estamos sempre contigo acreditando que tudo vai passar e que amanhã estaremos melhor que hoje com certeza. Te amo muito.

Zelda | 23-03-2005 18:05:01

É bem mais fácil indicar posturas frente aos desafios que ser solidário com elas, mas no entanto poucos são os que podem, como tu, ter tantos solidários . Não cura teu câncer nem tira a dor, mas alivia. A mão está sempre pronta para quando precisar. Não me agrada saber de nossa finitude. Meses, anos ou décadas, o término não deixa de ser uma grande sacanagem da existência. Acho que temos que tentar nos manter vivos, insanamente tentando, já que fadados ao fracasso. Somos solidários também na finitude, uns por câncer, outros por coração, hepatite, aneurisma, hemorragia ou atropelamento. Não quero saber quando e de se fosse possível, não queria estar lá quando acontecesse. Tens MUITO tempo pela frente. A medida para o muito não dá para saber, mas depende muito mais do como do que do quanto.

JL | Email | 22-03-2005 23:59:05

Estou torcendo por nós guerreiro.Só quem passa por isso sabe a dor que vc está sentindo.Jamais desista,um abraço do teu amigo.

Luis Carlos Quadros | Email | 19-03-2005 02:34:58

Sigo aqui, concentrada e disponível. Beijo.

Claude | 18-03-2005 22:08:11

Voltei de férias e fiquei sabendo que havia algo. Então hoje li sobre ti. Vamos conversar quando estiveres a fim. 24 horas pensando em ti. Forte abraço Cozinheiro

Cozinheiro | 18-03-2005 00:18:53

tô aqui, ao alcance do mouse e ao vivo, se preciso for. tô contigo. tô com vcs. contem comigo. beijo bem grande.

mimi | Email | 16-03-2005 17:50:23