Nada de novo no front

Posted by in Trópico de Câncer

Os longos silêncios do blog são necessários. Porque eles significam paz. Não há o que contar. Falar de picadas e roxos nos braços, coxas, barriga e anca por causa da morfina de quatro em quatro horas não provoca muita emoção. Aliás, se fosse na veia, ainda teria alguma. Subcutâneas não dão barato. E eu sei, o que vocês querem é emoção hshshs… Estamos todos concentrados na Mamma, que deu baixa no hospital porque estava retendo líquido demais. Na minha imaginação cheguei a temer que do umbigo jorrasse um chafariz. Por sorte, não precisará de hemodialize permanente. Apenas algumas sessões. Sei também que terá de implantar um tal de tip, mas não sei ainda nem como se escreve nem como funciona. Não tenho ido muito no hospítal, apenas telefono, porque ela está muito triste e o pessoal acha que eu não devo ser contaminado por isso. Eu também. Embora já esteja mesmo assim. Me sinto culpado por não ajudar em nada. De resto, eu e tata abrimos a temporada da piscina. Estamos testando. Em breve alguns poucos poderão molhar as pernas na piletinha. Em toco caso, é pequena mas é minha!

BLOGGER

Trópico de Câncer
Comentários do post 37784212

Contar que tem piscina com o calor que faz nesta cidade no verão? Você tá é querendo visita mesmo. Escreve um email pra mim com o endereço da sua nova casa. Calma!!! Não vou piscino-vizinhar… quero mandar um treco pra você. Beijo meu querido.

Márcia | Email | 07-12-2005 19:32:04

Pô e essa agora! Além de lugar privilegiado para ver o pôr do sol ainda tem picina? nada mal uma trégua para poder curtir um início de verão. Fico muito, mas muito feliz mesmo por estares bem. Um abraço bem apertado.

Frida | 05-12-2005 22:54:23

Vivaaaaaaaaaa! Faço das palavras da Claude as minhas – estás bem, quietinho, mas a gente sente saudade. E olha só, agora a gente – todas as tuas/teus amigas/amigos – anda de mãozinhas dadas, esperando a hora que entre junto com a Tata nesta roda pra brincarmos juntos.

Ritinha | 02-12-2005 23:28:08

Oi. estive hoje com JK e já sabia da Mamma. Poxa, a gente (falo já no coletivo) não quer saber de detalhes sórdidos de agulhas, dores e roxos ferindo alguém para quem só se deseja paz, saúde, felicidade e dignidade. Me parece que detalhar isso te faz bem, porque é como gritar no blog que isso tá sendo muito ruim. A gente escuta, reza, concentra, pensa coisas boas, lembra de tantas situações vividas contigo que fizeram a vida diferente. De novo, no coletivo, porque sei que outras pessoas sentem assim tb. E fica vindo aqui todo dia pra vibrar com um texto como o que publicaste hoje, dizendo que estás em paz, mesmo que as dificuldades não te dêem tanta trégua assim, né? Posso entender que teus silêncios no blog devam significar que estás bem, mas meu desejo de te ler não se satisfaz com essa informação. Saudades acumuladas. Vontade de conversar… Beijo grande. Claude

Claude | 02-12-2005 22:46:51