Notaram?

Posted by in Trópico de Câncer

Notaram ou não? Ah… tenho certeza de que os leitores de coração frágil para romances, ah, esses notaram. Como não notariam? Não é nada demais, mas é uma demonstração de amor incontestável, até porque foi feito assim… como dizer… instintivamente! Com base na realidade, na verdade mais verdadeira, aquela que se dá em momentos difíceis, aparentemente sem solução. Eu tenho feito com frequência. Mais ainda recentemente. Quero ver quem acerta, descobre, grifa essa declaração de amor linda e tão bela, poética…

BLOGGER

Trópico de Câncer
Comentários do post 38722877

Enrico, já é julho e estamos sem notícias. Bjs, DeborahDeborah | Email | 03-07-2006 12:34:26

Notícias????? Espero que tudo esteja sob controle. Beijo.Claude | 02-07-2006 00:04:18

Este é o jornalista…colocando pimenta no blog pra mexer com os leitores. Isso é muito bom…e pimenta sempre mexe com a gente.Cozinheiro | 27-06-2006 23:42:11

É… eu tinha reparado nessa conjugação na primeira pessoa do plural… parece coisa de político, que nunca fala no singular… faz aí uma declaração não subliminar, guri. A Tata merece!!! Tô aqui preparando a defesa do mestrado e não resisti ao ‘intervalo pra ver o blog’. E então, foi possível curtir o jogo de hoje? Beijos proceis! ClaudeClaude | 27-06-2006 21:56:16

Nossa!!!! que declaração de amor da Zele quando diz que todos nós usaríamos a medicação se preciso fosse se isso aliviasse teu sofrimento. Achei lindo! Conte conosco sempre e cuide da Tata porque ela é super e merece todo o nosso respeito e amor. Soube pelo pai que estas bem hoje. Passamos numa orgia gastronomica, o futebol foi só o pano de fundo. Grande abraço. Muito amor para os três.Zelda | 27-06-2006 20:22:25

Li e reli o blog pra achar a declaraçao, minha imaginação foi longe, já estava achando que era o novo ou futuro integrante da família “o tão esperado cachorrinho” que Tatá sonha a anos e que só agora aprovaste. Isso é uma prova de amor. Mas já que revelaste o segredo acho que que o plural utilizado caracteriza o fortalecimento do amor de vocês, o companheirismo das horas de dor e de alegrias, a cumplicidade, a tolerância… Enfim a descoberta de que um simples olhar já diz tudo, de que um completa o outro. Tatá com certeza usaria morfina se tivesse certeza que aliviaria sua dor. Aliás todos nós usaríamos porque te amamos muito. um abraço mana zelezele | 26-06-2006 23:27:34

Li e reli o blog pra achar a declaraçao, minha imaginação foi longe, já estava achando que era o novo ou futuro integrante da família “o tão esperado cachorrinho” que Tatá sonha a anos e que só agora aprovaste. Isso é uma prova de amor. Mas já que revelaste o segredo acho que que o plural utilizado caracteriza o fortalecimento do amor de vocês, o companheirismo das horas de dor e de alegrias, a cumplicidade, a tolerância… Enfim a descoberta de que um simples olhar já diz tudo, de que um completa o outro. Tatá com certeza usaria morfina se tivesse certeza que aliviaria sua dor. Aliás todos nós usaríamos porque te amamos muito. um abraço mana zelezele | 26-06-2006 23:27:33

bobagem essa história de joguinho. É que chamou a atenção de mim mesmo a quantidade de vezes em que falo no plural. Observem no texto anterior, vou destacar aqui alguns exemplos: – procuramos insistentemente por telefone – Depois de uma semana sofrendo que nem bicho, adotamos a tática da sempre – também passamos a tomar intravenal de seis em seis horas. – Fomos premiados com dois técnicos muito gentis – conversamos muito às seis da manhã, meio dia, seis da tarde e meia-noite – e a cada crise estavamos injetando mais morfina E parei no segundo parágrafo. Incrível, não? até morfina a tata tomou. hshshsenrico | 26-06-2006 16:30:02

Enrico. Fiquei sem conexão à internet em casa por uns dias e vim acessar o blog na casa de uma amiga, pra saber como estás. Não vou poder me deter pra entrar no concurso de adivinhações – bem próprio pra dia de São João! Vejo que estás reagindo e te mexendo… tenho certeza que tem a Tata correndo na frente, né? E tua mãe ajeitando o colo que pedes a ela… como sempre fez e de algum jeito se faz presente. É isso: não perde a perspectiva quando a visão embaça com a dor. Cuida da coluna do jornal, dos exames, do Blog, de ti! Um beijo grande, fica com Deus. Claude.;Claude | Email | 24-06-2006 19:01:53

Querida Zeda, você esteve muito perto de acertar na sua segunda alternativa. Vamos ver quem acerta? A resposta está num pequeno detalhe…enrico | 24-06-2006 11:55:12

Eu arriscaria dizer que seria amor à VIDA! Acho que é nosso bem mais precioso e que, ás vezes, valorizamos tão pouco lutando no cotidiano, mas outro bem muito precioso que tens é tua maravilhosa TATA que já deu mostras de que tem tutano e é uma guerreira nessa luta diária pela VIDA e pela QUALIDADE DE VIDA. Super beijo.Zelda | 24-06-2006 09:40:39

Estou por aqui, sempre pensando em ti. Conte comigo pra o que quiser. Um beijo do cozinheiro.Cozinheiro | 23-06-2006 23:03:59